Home Wiki > SDB:Ajuda de download
Sign up | Login

SDB:Ajuda de download

tagline: Da openSUSE

Necessita de ajuda para baixar o openSUSE? Ou quer mais informações sobre o download ou sobre como descarregar o openSUSE?

Antes de você baixar

Antes de fazer o download da sua versão do openSUSE, existem algumas poucas coisas diante das quais você deve ficar a cosiderar.

Requisitos mínimos de hardware

Certifique-se de cumprir os requisitos de hardware. O openSUSE. suporta a maioria dos componentes de hardware do PC. Os seguintes requisitos mńimos devem ser cumpridos para garantir o perfeito funcionamento do openSUSE:

  • Processador: Intel Pentium 1-4 ou Xeon; AMD Duron, Athlon, Athlon XP, Athlon MP, Athlon 64 e Sempron;
  • Memória principal: ao menos 256 MB, 512 MB recomendados;
  • Disco rígido: ao menos 500 MB de espaço livre (para o sistema mínimo), 3 GB recomendados para o sistema padrão;
  • Placas de som e gráfica: o openSUSE suporta a maioria das modernas placas de som e gráficas.

espaço em disco e tempo de processo

Baixar imagens ISO grandes pode ser um pouco problemático, aqui ficam algumas observações.

  • Quando distribuído como 1 CD, o openSUSE requer um download de aproximadamente 700 MB.
  • Quando distribuído como uma imagem ISO de DVD, o openSUSE requer um download de 4.3 GB (veja a nota de rodapé 1)
Recomenda-se a utilização de um gerenciados de download em vez do recurso de download de seu navegador - ou utilizar bittorent - pois isto reduz consideravelmente o risco de falhas no download.

A tabela a seguir mostra as estimativas de quanto tempo o processo de download leva, considerando-se as várias velocidades de conexão:

1 CD ISO (700 MB) 1 DVD ISO (4.7 GB)
56 KBit 28 horas 187 horas
64 KBit (ISDN) 25 horas 164 horas
1024 KBit (Broadband) 1.5 horas 11 horas
2048 KBit (Broadband) 45 minutos 5.5 horas
8192 KBit (Broadband) 12 minutos 1.5 horas
24 MBit (ADSL2) 4 minutos 28 minutos
100 MBit (Fibre) 1 minuto 7 minutos

Escolha a versão do openSUSE

Para sua conveniência, o projeto openSUSE disponibiliza duas diferentes versões do openSUSE, as quais podem ser descarregadas, instaladas e redistribuídas.

1. A versão lançada - atualmente 11.3, que é uma versão estável do Linux para executar em computadores pessoais ou servidores domésticos; e,

2. A versão em desenvolvimento - uma versão instável do Linux para teste de possíveis defeitos ou para receber contribuições de correções e ajudar a melhorar as próximas "Versões Lançadas".

Certamente, você preferirá a versão lançada, pois a versão em desenvolvimento é apenas para as pessoas que desejam participar em testes do próximo lançamento.


Escolha o tipo de instalação

Instalação local

Quando você escolhe este tipo de instalação, você baixa imagens de CD/DVD que detêm as fontes de instalação do openSUSE no seu computador local e proceder a partir delas. Isto tem várias vantagens.

  • Você não depende de uma conexão à Internet durante a instalação.
  • Você pode compartilhar os dados em computadores diferentes.
  • Você pode reutilizar os dados em qualquer momento posterior.

Mas tem suas desvantagens também.

  • Você transfere muitos dados que você realmente não precisa.
  • Devido a limitações de tamanho de CDs/DVDs, você obtém apenas um subconjunto de todos os pacotes de software para o openSUSE.

Fluxo de trabalho para a instalação local

  1. Download de imagens ISO.
  2. Gravar as imagens ISO para CD / DVD virgem.
  3. Iniciar o seu sistema com o CD / DVD.
  4. Instalar o openSUSE.

Instalação pela Internet

Se você escolher este tipo de instalação, você baixa um pequeno recurso de inicialização para iniciar a instalação e o instalador YaST faz o resto para você. Este método também tem diversas vantagens.

  • Você não precisa baixar tudo, mas apenas os dados que você precisa.
  • Você só precisa de um CD limpo.
  • A fonte de instalação pela Internet contém todos os pacotes de software para o openSUSE

Claro, ele também tem suas desvantagens.

  • Você depende de uma ligação à Internet durante a instalação.
  • Pode ser muito lento, dependendo da carga do servidor e sua velocidade de conexão à Internet.
  • Pode não ser possível se conectar à Internet, se sua placa de rede não for reconhecida.

Fluxo de trabalho para a instalação de rede

  1. Baixe a imagem do CD de inicialização. Os NET CDs mais recentes estão no repositório Factory; mas, antes de usá-lo, leia o artigo sobre a Factory.
  2. Gravar a imagem do CD de inicialização.
  3. Iniciar o computador a partir do CD de inicialização.
  4. Apontar o instalador YaST paraq o repositório de instalação (pressionando em F3 e depois em F4)
  5. Instalar o openSUSE.

Saiba mais sobre Instalação pela Internet.


Escolher a arquitetura

x86 (i586)

Esta arquitetura suporta os seguintes processadores:

  • Intel Pentium 1-4, Pentium M, Celeron, 32bit Xeon, Celeron D, Core Solo/Duo
  • AMD K6, Duron, Athlon, Athlon XP, Athlon MP, Sempron

x86-64

Esta arquitetura suporta os seguintes processadores:

  • AMD Opteron, Athlon 64, Athlon 64 X2, Sempron 64, Turion 64, Phenom.
  • Intel Xeon, Xeon MP, Pentium 4 Extreme Edition, Pentium D, Core 2 Duo.
  • Processadores baseados no AMD: AMD64 & EM64T da Intel (implementação da Intel para AMD64)
  • Informações a respeito do AMD64/EM64T

Escolher o protocolo de download

Baixar via HTTP

Você poderá baixar as imagens de disco do openSUSE, como você faria o download de um arquivo normal. Para isto, basta clicar sobre o link na página de download no navegador da Web. No entanto, é fortemente recomendado que você use um gerenciador de download adequado para reduzir o risco de dados corrompidos ao fazer um download tão grande.

  • Se você usar o Linux para download, recomendamos que você use a ferramenta de linha de comando wget. A ferramenta wget é capaz de continuar o download mais tarde, após uma interrupção, adicionando -c nos parâmetros wget. A reconexão após uma desconexão temporária acontece automaticamente, mesmo sem -c. Para mais informações sobre a ferramenta wget leia man wget.
  • Se você usar um Linux ou Unix mais antigos para download, recomendamos que você use a ferramenta de linha de comando curl, como esta: curl -C - -O URL. Para mais informações leia man curl.
  • Se você usar o Mac OS ou o Windows, use sua ferramenta favorita de download reunindo os requisitos acima.

Download via BitTorrent

BitTorrent é um arquivo de compartilhamento de protocolo peer-to-peer de fonte aberta, projetado para a partilha de grandes software e arquivos de mídia. Sua vantagem sobre a HTTP simples é que os clientes o protegem contra a corrupção de dados, e quando vários download do mesmo arquivo acontecem concomitantemente, os participantes do download carregam uns aos outros, tornando possível ao arquivo fonte suportar um grande número de pessoas fazendo a transferência de dados, com apenas um modesto aumento da sua carga. Se muitas pessoas participam, também será mais rápido do que os servidores centralizados - para todos.

O fluxo de trabalho é simples: uma vez que você tenha baixado e instalado um cliente, você pode iniciar um download via BitTorrent, clicando em um link de download de arquivo *.torrent no seu navegador.

  • Se você usar o openSUSE, recomendamos que você use o cliente genérico BitTorrent ou o cliente KTorrent. Uma alternativa peso leve cliente de linha de comando é aria2 (Serviço de Compilação - pacotes aqui).
  • Se você usa o Windows, existem três populares opções que são passíveis de uso: o Azureus (certifique-se de que tem o Java - JRE instalado no seu computador), o peso leve µTorrent ou o cliente original BitTorrent.

Outros programas clientes BitTorrent estão disponíveis para várias plataformas. Você pode encontrar links para algum cliente BitTorrent na página oficial do BitTorrent na Web. Para o procedimento exato de download, veja a documentação do cliente que você usa.

Download via Metalinks

Metalinks são formatos XML, usado pelos gerenciadores de download, que contém o espelho e a localização P2P de um arquivo junto com as checksums (somas de verificação). Os clientes Metalink oferecem resumos do download, descarregando a partir de diversas fontes (de ambas, espelhos e P2P) simultaneamente, verificação de checksum automática e reparam automaticamente os erros (dependendo do cliente utilizado), entre outros recursos. Disto resulta que usando metalink se pode oferecer maior disponibilidade e confiabilidade, downloads de autocura, e velocidades maiores de transferência de dados.

Os metalinks são disponibilizados pelo redirecionador de download do openSUSE. Você pode encontrar metalink para todas as imagens ISO no endereço abaixo:

http://download.opensuse.org/distribution/openSUSE-current/iso/.

Para a utilização e mais informações, veja na página Metalinks.

Download via FTP

É recomendável que você baixe o openSUSE a partir da página de Download. Isto é primário para usuários avançados.

Primeiro escolha um site espelho próximo da sua localização. Certifique-se de que o site espelho hospeda a versão do produto que você pretende baixar e para o tipo de mídia que você prefere.

Nem todos os clientes FTP do Windows são hábeis para baixarem arquivos com mais do que 2 GB. Para baixar uma imagem ISO de DVD numa máquina com Windows, esteja certo de que você utiliza o sistema de arquivos NTFS. Um cliente FTP que trabalha com imagens deste tamanho é, por exemplo, o "ncftp".

Se você encontrar uma localização de imagem ISO com ftp://ftp.example.org/pub/opensuse/distribution/<release>/iso/<some>.iso, você pode obter essa imagem usando o seu navegador, ou com os comandos

cd <TARGET DIRECTORY>
wget ftp://ftp.example.org/pub/opensuse/distribution/<release>/iso/<some>.iso

Depois de uma interrupção, você pode cosntinuar o download adicionando -c aos parâmetros "wget":

wget -c ftp://ftp.example.org/pub/opensuse/distribution/<release>/iso/<some>.iso

Quando o download estiver termindao, você encontrará um arquivo chamado <algo>.iso no diretório <DIRETÓRIO ALVO>.


Checksums

Antes de gravar a imagem em CD/DVD, você deve verificar os arquivos de erros. Dois arquivos denominados *.iso.md5 e *.iso.sha1 estão disponíveis. Esses arquivos contêm números confusos para cada imagem ISO que está disponível a partir do local do download. A linha relevante seria parecida com o seguinte:

8abac6680ecc152f103006b02f9ff67f  algo.iso

certifique-se de que o download não conteve nenhum erro, você deve criar este número usando MS5 ou SHA1 algoritmo para a sua própria imagem ISO.

Usando o Linux

No Linux, execute um dos comandos:

md5sum algo.iso
sha1sum algo.iso

Se houver qualquer diferença entre a saída do comando checksum e o número acima, o download está quebrado e deve ser repetido.

Para verificar todas as somas de verificação automaticamente, e seu sistema fazer a verificação, digite:

md5sum -c <algo>.iso.md5
sha1sum -c <algo>.iso.sha1

Usando o Microsoft Windows

O Microsoft Windows não inclui um programa para calcular checksums, mas um verificador md5sum/sha1sum livre, para vários sistemas operativos, pode ser encontrado em md5deep.sourceforge.net ou você pode usar o QuickPar com os arquivos MD5, que podem ser encontrados neste local.


Reparando um download

Se você estiver usando Linux como sistema operacional, você pode reparar download de imagem ISO defeituoso com o comando rsync. Para fazer isto, escolha site espelho que suporte este protocolo a partir da lista de espelhos e digite o seguinte:

rsync rsync://<nome-do-espelhio>/<opensuse-directory>/ 

Isto mostrará o conteúdo do diretório no servidor. Anexando os nomes dos subdiretórios para o comando, você pode ir para o diretório onde o arquivo ISO está localizado no computador remoto. Em seguida,

acesse <caminho-para-seu-arquivo-local-ISO>
rsync -avP rsync://<nome-do-espelho>/<caminho-para-arquivo-ISO-remoto> <caminho-para-seu-arquivo-ISO-local>

fará o reparo do arquivo, baixando apenas os dados necessários para corrigi-lo. Para mais informações, consulte o manual de rsync, pela entrada de (numa shell):

man rsync

Gravando as imagens ISO

Utilizando o Linux

Após o sucesso de baixar a imagem ISO, utilize o aplicativo de gravação de sua preferência para gravar o arquivo ISO para um CD ou um DVD em branco. Se estiver executando o openSUSE, utilize o K3B ou o Brasero para queimar a imagem em um disco Selecione a opção que permite a gravação de imagens ISO9660 em CD ou DVD. Não quime a imagem ISO da mesma maneira como queimaria outros tipos de arquivos.

A partir de linha de comando lvocê pode utilizar o programa "cdrecord", comm estle comando:

cdrecord dev=/dev/cdrecorder speed=44 driveropts=burnproof -eject -v isofile

Utilizando o Microsoft Windows

Sem o apoio de software de terceiros, o Windows XP não tem capacidade para gravar imagens ISO. O desautorizado ISO Recorder PowerToy pode adicionar esta capacidade ao Windows XP. Para usuários provenientes de qualquer versão do Microsoft Windows, existe um número amplo de aplicações de terceiros com capacidade de gravação de imagens ISO, normalmente um programa de gravação para Microsoft Windows é fornecido com a unidade gravadora de CD/DVD - use seu motor de busca favorito para encontrá-los. Um bom software de fonte aberta é o "InfraRecorder", um bom software freeware é o "Cd Burner XP". Quando queimar a sua imagem ISO, certifique-se de que tenha optado por queimá-lo "disc-at-once", disco completo, ao invés de "track-at-once". Alguns softwares (Nero, por exemplo) tem como padrão "track-at-once", uma faixa de cada vez.

Utilizando o OS Mac X (10.3 e acima)

No Finder, abra o menu Ir e selecione Utilidades. Na pasta Utilidades você vai encontrar um aplicativo chamado "Utilitário de Disco". Abra-o, em seguida, arraste e solte a imagem ISO na barra lateral esquerda. Selecione a imagem, clique em "Gravar" e insira o CD/DVD na unidade de discos. Para mais informações, verifique em página de suporte da Apple, no tópico sobre o assunto.


Deltaisos

Delta ISOs permitem que você baixe um pequeno arquivo em vez da imagem ISO completa, se tiver a ISO anterior. São usados principalmente por pessoas testando a versão de Desenvolvimento do openSUSE. O delta ISO, disponível em delta ISO atual, contém as diferenças entre imagens ISO antigas e a mais recente. É possível aplicar a delta ISO a uma mais antiga fornecendo-lhe a atualização da imagem ISO, mas isto pode ser demorado.

O programa "applydeltaiso" pode demorar bastante tempo para ser executado. Em alguns sistemas leva mais de 30 minutos por CD, caso em que o download de uma imagem ISO completa pode ser mais rápido!


Utilizando o Linux

Para utilizar este recurso, é necessário o pacote deltarpm que está instalado por padrão. A sintaxe de comando para o applydeltaiso é:

applydeltaiso old.iso delta.iso new.iso

Por exemplo:

applydeltaiso openSUSE-11.1-RC1-KDE4-LiveCD-i686.iso openSUSE-11.1-RC1_GM-KDE4-LiveCD-i686.delta.iso openSUSE-11.1-KDE4-LiveCD-i686.iso

Se você deletou a imagem ISO do Milestone anterior, não se lamente. o "applydeltaiso" também pode trabalhar com os CD ma sua unidade de CD-ROM. Por exemplo, se você tem o antigo openSUSE-11.1-RC1-KDE4-LiveCD-i686.iso no seu drive de CD-ROM (/dev/hdc), utilize este comando:

applydeltaiso /dev/hdc openSUSE-11.1-RC1_GM-KDE4-LiveCD-i686.delta.iso openSUSE-11.1-KDE4-LiveCD-i686.iso

Confira a soma posteriormente conforme descrito em Checksums. O processo de aplicação da Delta ISO leva algum tempo e precisa de espaço em disco para descompactação de todas as imagens ISO.

Utilizando o Microsoft Windows

O Microsoft Windows não inclui um programa para aplicação de Delta ISO.


Resolução de problemas de download

Baixar grandes arquivos tais como imagens ISO é muito difícil às vezes. Aqui estão algumas dicas para evitar os problemas mais comuns:

  • Um erro referente a 'insuficiência de espaço' pode ocorrer se a imagem de ISO para DVD está sendo descarregada para um sistema de arquivos FAT32, apesar do fato de sua unidade informar que há espaço suficiente. Este sistema de arquivos tem um limite de tamanho de arquivo de 2 GB, e, portanto, a imagem ISO de DVD (4.3GB) não caberá. Para resolver isto, baixe a imagem ISO de CD ou faça o download da imagem de DVD para outra unidade com sistema de arquivos NFTS.
  • Considere o uso Metalinks ou BitTorrent, em vez de FTP. Às vezes, eles alcançam melhores taxas de desempenho que o download em FTP, e podem garantir que os dados foram transferidos corretamente.
  • Sugerimos expressamente a utilização de um gerenciador de download ou um cliente FTP que suporte a retomada do download. Se ocorrerem problemas de download, a função de retomar lhe permite a continuação de um download interrompido, ao invés de começar tudo de novo. Muitos gerenciadores de download agora também têm suporte à verificação da assinatura, o que é recomendado. Escolha um gerenciador de download com os recursos que você precisa a partir desta lista muito abrangente.
  • Alguns servidores estão configurados para não permitir o acesso FTP. Se você estiver usando um servidor, faça o download a partir de um site espelho HTTP.
  • Ao baixar a imagem ISO de DVD, certifique-se que o seu servidor e seu cliente de download suportam arquivos com tamanho acima de 2 GB. Se o download parar prematuramente, próximo a esse tamanho, o seu cliente provavelmente não suporta arquivos tão grandes. Se você estiver utilizando Linux, você pode usar o Konqueror (navegador do KDE), "curl" ou "lftp" (lukemftp). Em MacOS, o Safari e o cliente padrão de FTP devem funcionar. Se você estiver utilizando o Windows, vale a pena tentar o FileZilla.

Veja também