The wikis are now using the new authentication system.
If you did not migrate your account yet, visit https://idp-portal-info.suse.com/

openSUSE:Guia de localização

Ir para: navegação, pesquisa

Nesta página encontram-se informações sobre localização (L10N, LCN) dos componentes de software no openSUSE. Isto se aplica para programas tais como o YaST, os applets (miniaplicativos) de atualização do openSUSE ou o sistema de menus da área de trabalho. Para informação sobre localização do wiki openSUSE (este site), veja Ajuda:Tradução.

Adicionando um Novo Idioma

Se o seu idioma já está incluído na lista da Equipe de localização, a equipe para o seu idioma existe. Encontre informação a respeito de juntar-se a uma equipe em Juntar-se a uma Equipe Existente. Se não existe equipe para o seu idioma, inicie uma e proceda como segue:

  1. Peça aos coordenadores de tradução para criarem uma conta para você em https://svn.opensuse.org (mais informações em breve!). Embora tecnicamente não se necessite nada mais recomenda-se também criar uma conta em http://developer.novell.com—pois também é usada para o Novell Bugzilla.
  2. Envie e-mail para opensuse-translation@opensuse.org. No seu e-mail, forneça as seguintes informações: nome do novo idioma, o seu nome completo, o nome da sua conta no svn.opensuse.org, o seu endereço de e-mail para contato.
  3. Espere a aprovação do projeto de novo idioma e a criação do seu acesso de Subversão (SVN).
  4. Adicione a seu idioma ao tabela de equipes de localização. Preencha também os campos sobre o coordenador do idioma (o coordenador é a pessoa com acesso de Suversão) e a localização das páginas do seu projeto, veja Páginda do Projeto de Idioma.
  5. Inicie com a localização. Se você não está familiarizado com o processo de localização de código aberto, o uso do SVN e de arquivos POs; antes de começar leia Iniciando o Trabalho.

Juntando-se a uma Equipe Existente

Se a equipe de idioma existe para a seu idioma, contate o coordenador da equipe.

Iniciando o Trabalho

Todos os arquivos a serem traduzidos são armazenados num repositório de Subversão. Encontre mais informações sobre SVN em geral em http://svnbook.red-bean.com/. Baixar arquivos a partir do SVN é permitido para todos os membros de equipe através de acesso anônimo. Confiar e permitido, como acordado pela equipe de política.

Você pode alterar SOMENTE os arquivos da sua equipe de idioma. Se a sua atividade no SVN trouxer danos ao trabalho de loutras equipes, o seu acesso ao SVN pode ser blolqueado.

Os Arquivos mais Importantes

Se você está no início da localização, deve começar com os arquivos mais importantes. Estes aquivos pertencem às aplicações mais visíveis da distribuição (distro, SO, OS) openSUSE, como o instalador ou Centro de Controle YaST. Os arquivos mais importantes são:

  • yast/your_language/installation.your_lang_code.po
  • yast/your_language/base.your_lang_code.po
  • e todos os arquivos iniciados com 'package' em yast/your_lang_code/

Tradução Mínima

Não temos limites percentuais para a inclusão de localização à Distribuição openSUSE.

Estrutura SVN

O 'tronco'

Os arquivos PO para você estão armazenados nos diretórios 'yast' e 'lcn' no diretório 'trunk'. O diretório yast inclui arquivos PO do YaST e o diretório lcn inclui arquivos PO de outras aplicações. Todos os arquivos PO devem ter o nome no formato aplicação_nome.seu_idioma_código.po.

-- trunk
   +-- doc
   +-- lcn
   |   +-- 50-etc
   |   +-- 50-memory
   |   +-- 50-pot
   |   +-- Makefile.am
   |   +-- README
   |   +-- configure.ac
   |   +-- cs
   |   +-- cy
   |   +-- ...other language directories    
   +-- www
   +-- yast
       +-- 50-pot
       +-- ar
       +-- bg
       +--...other language directories
-- branches
   +--...

Você não tem que baixar diretórios inteiros. Ambos os diretórios contém subdiretórios nomeados por códigos de linguagem. Encontre o código do seu idioma e descarregue apenas o diretório com o código do seu idioma. Por exemplo, se você deseja fazer o download de localização russo, use:

svn checkout https://svn.opensuse.org/svn/opensuse-i18n/trunk/yast/ru/po .
svn checkout https://svn.opensuse.org/svn/opensuse-i18n/trunk/lcn/ru/po .

Estes comandos baixarão o conteúdo do diretório 'po' para o diretório atual. Nota: sem arrastar '.' o diretório 'po' será criado dentro do diretório atual!

Pode acontecer que algum arquivo PO de uma aplicação esteja em falta. Nesta situação comece a tradução a partir do modelo e adicione-o para o diretório do seu idioma. Os modelos para o YaST estão armazenados no diretório yast / 50-pot e os modelos para outras aplicações estão armazenados no diretório LCN / 50-pot. Todos os modelos têm sufixo .pot.

Todos os diretórios começam com '50 -' são diretórios especiais. Eles contêm os modelos e scripts para associação automática. Por favor, não altere o conteúdo desses diretórios.

No diretório "tronco" está também o diretório 'www', onde são armazenadas as páginas do portal de localização. Por favor, não altere o conteúdo desse diretório.

As Ramificações [editar]

No mesmo nível que o "tronco" encontram-se o diretório 'filiais' que contém todas as ramificações. Usamos as ramificações para testes e para os produtos lançados:

https://svn.opensuse.org/svn/opensuse-i18n/branches/openSUSE-10_2-Branch
https://svn.opensuse.org/svn/opensuse-i18n/branches/SLE10SP1

Não esperamos que a comunidade openSUSE trabalhe em atualizações para produtos empresariais como "as ramificações / SLE10SP1 '(SUSE Linux Enterprise 10 SP1); não podemos nem mesmo prometer fazer uso das atualizações da comunidade lá.

Sobre Arquivos PO e POT

O texto original em Inglês nos arquivos PO não é permitido alterar. Você pode modificar SOMENTE a tradução. Se encontrar um erro no texto original em Inglês, reporte-o a Bugzilla. Todos os erros de texto devem ser corrigidos, primeiro, no código fonte da aplicação e então um novo arquivo POT será gerado e automaticamente associado com os seus arquivos. Após isso, a seqüência de mudança será marcado como difusa.

Se não sabes o que arquivos PO e POT, por favor leia o artigo Trabalho com Arquivos PO.

Memória de Tradução

Quando chega um novo arquivo para a localização, a memória de tradução é usada para traduzir as sequências mais comuns. Todas as sequencias traduzidas com a ajuda da memória de tradução são definidas para o estado difuso . Para desativar a memória de tradução, envie um pedido para parar a construção dos arquivos de memória para mailinglist e copie o arquivo vazio yast2.$LL.po parao /yast/50-memory/ e memory.$LL.po para /lcn/50-memory/, onde $LL é o cóldigo do seu idioma.

Estatísticas

Informação sobre o estado do seu trabalho de localização você encontra em estatísticas. Se o seu idioma não está incluído, por favor envie e-mail para a lista de discussão em openSUSE-tradução.

As estatísticas são atualizadas uma vez ao dia. A data de atualização é mostrada no topo de cada página. Se existe tradução perdida de de algum arquivo em seu idioma, o arquivo é mostrado como não traduzido e em hiperligação ao arquivo POT. Você pode traduzir o arquivo POT e enviá-lo ao SVN como arquivo PO ou esperar pela inicialização do arquivo POT.

Páginas das Equipes de Idioma

Se você trabalha numa grande equipe, você deve ter a sua própria página de equipe em seu idioma nativo. Para criar uma, use a wiki do openSUSE em seu idioma e adicione a hiperligação na Tabela das Equipes de localização. Se não existe a wiki traduzida em seu idioma, crie a página de equipe na página da wiki em inglês com o nome seu_idioma_código-de-idioma_nome-da-equipe-de-tradução.

Ferramentas de Tradução

Você usa uma ferramente que não está mencionada? adicione-a à lista!

  • POEditor - POEditor é uma ferramenta de tradução baseada na Web para arquivos po gettext e outros formatos de localização populares;
  • KBabel - KBabel é parte do pacote kdesdk3-translate
  • Lokalize - Lokalize é o sucessor do KBabel no KDE4;

Manuseio de Erros de Tradução

Se você encontrar um erro de tradução (string não traduzida, string incorretamente traduzida, sequencia intraduzível), por favor siga o manual de Manuseio de Erros de Tradução.

Hiperligações